segunda-feira, 14 de maio de 2007

Os diferentes textos


Nem sempre falamos ou escrevemos da mesma forma. Há ocasiões que pedem mais formalidade e outras em que ficamos mais à vontade. A maneira como nos comunicamos varia conforme o momento e aquilo que queremos transmitir. É é por isso que existem vários tipos de texto.

“E agora, as últimas notícias”
O texto informativo precisa ser bem claro, deve ir direto ao assunto. É o encontrado nos jornais, nas revistas, nos livros didáticos, manuais de jogos eletrônicos. Também é o usado nos noticiários de rádio e televisão.
Quando você quiser dar uma notícia ou fazer um pedido a alguém, é melhor utilizar um texto do tipo informativo, bem simples e direto

“Do fundo do coração“
No texto emotivo, você transmite, além de fatos, as emoções que sente. É o mais utilizado em cartas entre amigos e nos diários nos quais algumas pessoas registram o seu dia-a-dia. Com ele, você conta suas alegrias, suas tristezas, suas esperanças. Nesse tipo de texto, aparecem mais sinais de pontuação, como pontos de exclamação e de interrogação, do que em outros tipos de texto.

“Compre, compre, compre”
O principal objetivo do texto de propaganda é convencer a pessoa à qual se dirige. É fácil encontrá-lo todos os dias, nos anúncios, nos cartazes de rua, nos folhetos, nos locais de compra da Internet. Você também usa esse tipo de texto: quando junta argumentos para convencer um colega a acompanhá-lo num passeio ou ajudá-lo num trabalho, por exemplo.

“Bom-dia, pessoal!”
Texto fático é o nome dado a palavras e expressões que procuram abrir uma comunicação com a pessoa à qual ele se destina. O “alô” que dizemos ao telefone, os cumprimentos, como “bom-dia”, as chamadas, como “oi, turma”, são exemplos desse tipo de texto. A sala de aula está cheia de exemplos desse tipo de comunicação.
Os apelos do professor, como “prestem atenção”, também são textos fáticos.

“O que isso quer dizer?”
O texto metalingüístico é o que trata da própria linguagem. Quando consultamos um dicionário ou uma gramática, encontramos esse tipo de texto. Ele também traz explicações sobre o significado das palavras, por isso você o usa de vez em quando.
Cada vez que diz ”isto é” e “ou seja”, começa um texto metalingüístico. Os trocadilhos são outro exemplo desse tipo de texto. Afinal, eles são uma brincadeira com a própria linguagem. Um exemplo: “Não confunda bife à milanesa com bife ali na mesa”.

“Nas asas do vento”
O texto poético é aqule que usa as palavras como uma forma de arte. Em histórias infantis, poemas e letras de música, as palavras são escolhidas e organizadas de maneira especial. O texto poético não se preocupa exclusivamete em dar informações a quem o ouve ou lê. Ele busca criar emoções, formar imagens novas, levar o leitor a novos mundos ou dimensões. Quem escreve, lê ou ouve um texto literário faz um trabalho no qual recria a realidade.

2 comentários:

roberio.s disse...

adorei as informações que sobre os textos literarios.

Anônimo disse...

Obrigada por essas informações, foram muito úteis.
beijoos